Edição (ANTERIOR) de Março de 2013.


Mestrado

Da graduação ao mestrado

Alunos do Univem são aprovados nos melhores programas de pós-graduação do país na área de Computação
 


               Eles ainda não haviam concluído a graduação em Ciência da Computação, no final de 2012, e já tinham sido aprovados em renomados programas de mestrado. Fábio Rodrigues Jorge,Ettore Tognoli,Kevin Seirey Iwamoto, Ivan Daun Sakai, Cleverson Abreu Teotônio, Filipe Ravagnã Piga e Suellen de Castro Gomes da Silva reforçam o gráfico que mostra o grande número de egressos do Univem nos melhores cursos de mestrado do país.

 

Fábio, Suellen e Filipe foram aprovados no processo seletivo do Programa de Ciências de Computação e Matemática Computacional Computação (ICMC) - USP São Carlos, de alto nível científico e reconhecido em nível nacional e internacional, tendo recebido conceito 6 - atribuído pela CAPES, nos cursos de Mestrado e Doutorado.

 
Fábio conta que pretende atuar na área de processamento de imagens e análise de padrões. A participação no Programa de Iniciação Científica (PIC) do Univem ajudou-o a definir a área e, também, a ingressar no mestrado. Foi bolsista do CNPq – órgão do governo federal voltado ao fomento da pesquisa – nos dois anos em que fez IC. Fábio revela o desejo de seguir a área acadêmica. “Pretendo também atuar na área de pesquisa e inovação em empresas multinacionais, como IBM, Samsung, entre outras.”
Suellen desenvolveu suas pesquisas de IC nas áreas de Engenharia de Software e de Sistemas de Informação. Apaixonada por matemática, ela considera que a oportunidade do mestrado lhe abrirá “um mundo de possibilidades”. A ex-aluna elogia a graduação feita no Univem. “Convivi com professores que me mostraram a importância da Ciência da Computação, evidenciando que seu estudo pode ser aplicado em qualquer área do conhecimento.”
               Aprovado na UFSCar, no programa de Processamento de Imagem e Sinais (PIS), Ettore também considera que a participação em projetos de iniciação científica durante a graduação foi decisiva. Ele valoriza as oportunidades de estágio, como o feito no LSI-TEC, um dos maiores centros de pesquisa do Brasil, como desenvolvedor Java. “Agradeço aos professores que sempre me incentivaram a pesquisar e a ingressar na área acadêmica”, diz.
Às voltas com o término da graduação, Filipe conta que pretende iniciar o mestrado na USP em 2014. Cleverson foi aprovado no Programa de Mestrado em Ciência da Computação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, mas a opção foi descartada após sua contratação pelo LSI-TEC. Agora, seus planos passam por cursar mestrado e doutorado na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), caminho natural dos profissionais do LSI-TEC, a partir de 2014.
               Kevin foi selecionado como aluno especial no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC) da Unesp. A expectativa é desenvolver sua pesquisa em Processamento de Imagens e Visão Computacional. Além dos projetos de IC, ele lembra de atividades que contribuíram bastante para sua decisão de prosseguir os estudos em nível de mestrado, como a participação em congressos e eventos da área. “Considero que a matriz curricular e a qualidade das aulas ministradas pelos professores garantiram, também, uma boa nota no POSCOMP”, diz Kevin.
A maioria dos programas de mestrado das universidades públicas utiliza em seu processo seletivo o resultado do Exame Nacional para Ingresso na Pós-Graduação em Computação (POSCOMP). “Os alunos do Univem têm obtido excelentes notas neste exame, facilitando a aprovação nos processos seletivos”, comenta o Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação da instituição. Ele enfatiza que, além do ensino de qualidade e da experiência dos docentes na área de pesquisa, os excelentes resultados obtidos pelos alunos também é fruto do incentivo à iniciação científica, que recebem desde o primeiro ano do curso, e do apoio por meio de bolsas CNPq e FAPESP. O coordenador parabeniza os alunos pela conquista e a todos os professores que contribuíram para a sólida formação acadêmica que resultou nesse sucesso.
 
Gráfico ascendente
            A aprovação de alunos ainda na graduação e de ex-alunos do Univem nos melhores programas de pós-graduação do país tem sido regra. Nos últimos anos, 100% dos estudantes que prestaram processos seletivos para programas de mestrado na UFSCar, USP, UFRGS e Unesp foram aprovados. 
           
 
 
Formação de projetistas
Anderson Zapaterra Batilani, graduado em Ciência da Computação no final de 2012, foi aprovado no processo seletivo para o curso de Formação de Projetistas de Circuitos Integrados do Centro de Treinamento do CI Brasilm que acontece na Unicamp, em Campinas. O CI Brasil é um programa da Secretaria de Política de Informática (SEPIN), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) do governo federal. Tradicionalmente, o curso de Ciência da Computação tem alunos selecionados para ingressar neste seleto time de profissionais que atuam na área de projeto de chips eletrônicos no país.
 





Palestra
Carlos Baccelli palestrou em Marília

Apoio ao Espaço Potencial
Intercâmbio
20 dias em Granada
Monitoria
Prazer em dividir conhecimento

Ciência sem fronteiras

Artigos desta edição


UNIVEM - Centro Universitário Eurípides de Marília
O Jornal do UNIVEM - está aberto para sugestões e matérias. Os textos assinados podem ou não corresponder à opinião do jornal.
[ Edições anteriores ] - Contato via e-mail: fundacao@univem.edu.br