Edição (ANTERIOR) de Agosto de 2013.


Computação 15 anos

Em sintonia com o futuro

O curso de Ciência da Computação comemora seu aniversário de 15 anos de olho no futuro.
 


Por conta da data, este segundo semestre terá ainda mais eventos voltados à área, como mostra o quadro abaixo. Uma delas, durante a VI Semana de Tecnologia da Informação, em outubro, será uma mesa redonda intitulada “Ciência da Computação: Desafios para os próximos 15 anos” com a participação de grandes nomes da Computação no Brasil. “A ideia é utilizarmos essa data como oportunidade de refletirmos e discutirmos o cenário atual e os desafios do ensino e pesquisa na área de Computação e do mercado de TI no âmbito regional, nacional e internacional’, enfatiza o Prof. Dr. Elvis Fusco, coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem.

Ele não tem dúvidas de que a instituição tem muito a comemorar nestes 15 anos. “Graças ao empenho de professores, diretores, funcionários e alunos, o curso se consolida a cada dia no mercado e contribui para a melhoria da qualidade dos profissionais”, destaca.
Ele lembra que, quando o curso de Ciência da Computação teve início no Univem, em agosto de 1998, o mundo vivia uma grande revolução tecnológica, com a utilização massiva da Internet nas empresas e nas casas. De lá para cá, vieram outros grandes momentos, como a Computação em Nuvem e a Computação Móvel. “Novos desafios são apresentados para a área e o curso de Ciência da Computação se atualiza a cada dia, com a evolução de seu projeto pedagógico, que se reflete na atualização constante de sua matriz curricular e na capacitação de seus docentes”, diz. O coordenador destaca a criação do Computing and Information Systems Research Lab (COMPSI), núcleo de pesquisa e tecnologia ligado aos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, em 2010. “O COMPSI permitiu a centralização e a agregação de esforços de pesquisa e prática profissional, gerando grandes investimentos em laboratórios e equipamentos, com ótimos resultados na produção científica e tecnológica dos alunos e docentes.”
Fusco destaca um grande desafio para os próximos anos: A utilização dos resultados das pesquisas científicas na resolução de problemas na indústria dos mais diversos setores. “Importantes cases de parcerias com empresas e institutos de pesquisa de âmbito nacional têm mostrado que estamos indo pelo caminho correto”, frisa.
O coordenador diz que outro desafio muito importante é aumentar a aderência do perfil de formação com as necessidades do mercado de TI e a aproximação com as empresas por meio da criação da Associação de Empresas de Tecnologia da Informação, a Asserti. Estes dois ingredientes têm contribuído para que a maioria dos profissionais encontrados nas empresas de Marília e região, atualmente, seja oriunda do Univem.
 
Gente nova na área
Esta reportagem sobre os 15 anos de Ciência da Computação, iniciada com os pioneiros do curso, encerra-se com alguns depoimentos de jovens recém-chegados à instituição, símbolo do futuro que começa agora.
Lívia Maria de Oliveira Furlan, Vitória Mendes Lopes Nunes e Danilo Costa Breda estão no primeiro ano do curso e apostam numa boa formação para alavancar a carreira sonhada.
Enquanto Danilo pensa em pesquisar na área de automação comercial e residencial, Vitória sente-se atraída por programação e implantação de novos sistemas. Já Lívia revela gostar de hardware.
“Os professores são exigentes e o curso é bem puxado”, diz Lívia. “As pessoas pensam que a área é simples e que podem aprender sozinhas, mas não é assim. O grande desafio do curso é ensinar o aluno a desenvolver novas tecnologias”, comenta Vitória. “O conteúdo é bem abrangente e nos oferece um leque grande de conhecimentos”, completa Danilo.
 

Empregabilidade

Levantamento feito pela coordenação dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação aponta que a média geral de alunos que já trabalham é de 81%, sendo 59% na área. Dos que trabalham na área, 17% já estavam empregados antes do início da graduação, 36% conquistaram um posto no primeiro ano, 20% no segundo, 20% no terceiro e 6% no quarto.

 

 






Computação 15 anos
Combr, a primeira empresa incubada no CIEM
Camillo Sivelli
Homenagem ao homem, ao professor, ao amigo
Inauguração
Asserti inaugura sede no Univem
Computação 15 anos
Ciência da Computação, 15 anos desenvolvendo habilidades, conhecimentos e talentos
Pratas da casa
Do Univem ao Tocantins, as recompensas da vida docente

Artigos desta edição


UNIVEM - Centro Universitário Eurípides de Marília
O Jornal do UNIVEM - está aberto para sugestões e matérias. Os textos assinados podem ou não corresponder à opinião do jornal.
[ Edições anteriores ] - Contato via e-mail: fundacao@univem.edu.br