Edição (ANTERIOR) de Março de 2016.


Estágios

Núcleo de Prática profissional abre as portas do estágio

Em agosto de 2015 o número de alunos do Univem fazendo estágios em empresas de Marília e região chegava perto 500 e a equipe do Núcleo de Prática Profissional e Empreendedorismo (NUPPE) continuou trabalhando para conseguir mais parcerias.
 


Em janeiro de 2016 os contratos firmados chegaram a 710 o que representa um crescimento considerável de 40% de novas oportunidades para os universitários que começam a tomar contato com o mercado de trabalho.

O Dr. Luiz Vieira Carlos Jr, coordenador do NUPPE explica que o trabalho de identificação de novos contatos e parceiros é árduo e continuado e requer a construção de um relacionamento de mão dupla com as empresas conveniadas. De um lado estão as coordenações de cursos que solicitam dos alunos a prática profissional como forma de exercitar o conteúdo obtido em sala de aula e as técnicas de relacionamento profissional. Do outro lado as empresas, que precisam de colaboradores aprendizes comprometidos com os seus valores, com a qualidade do atendimento e com as boas práticas profissionais.
 
Outro fator preponderante nesta prospecção de mercado é a identidade da vaga com o futuro candidato a ocupar a função, ou seja, cada curso exige práticas condizentes com os conteúdos programáticos das disciplinas que requerem o estágio como complemento da formação profissional.
E não são raros os casos em que o estágio se torna a chave do novo emprego devido ao bom desempenho durante a validade do contrato. As empresas estão investindo na diminuição do turn-over, termo em inglês que significa a rotatividade de pessoal nos diferentes departamentos, quanto menor for a troca de funcionários, melhor será para a organização. Os custos de treinamento e capacitação impactam diretamente nos resultados e na criação de uma identidade funcional mais pró-ativa.
 
Administrar custos é tão importante quanto vender, daí as empresas optarem pela efetivação dos alunos que obtiveram bom desempenho no estágio, economizando recursos que podem ser investidos em outras áreas. Luiz Vieira explica que nem sempre o estágio é remunerado, como por exemplo, para o curso de direito que tem regras específicas.
O coordenador Luiz Vieira faz outra análise positiva do trabalho que é a relação entre o número de vagas divulgadas pelo NUPPE e a porcentagem de alunos engajados. No mesmo período de agosto/15 e janeiro/2016, foram divulgadas 158 vagas e, destas, 101 foram preenchidas. "É fato positivo que em nosso quadro de avisos de novas a oferta sempre supera a demanda. Temos a credibilidade do mercado, acompanhamos nossos alunos de perto, orientamos as atividades e mantemos contato direto com as empresas na avaliação conjunta de desempenho. É muito importante ouvir quem avalia" diz o coordenador.
 





Mestrado em Direito
Produção do Mestrado em Direito Univem chega às mãos do Papa Francisco
Inovação e Empreendedorismo
Governo credencia CITec-Marília e Univem torna-se entidade gestora
Direito
Simpósio Internacional reúne trabalhos de 20 instituições no Univem
Calouros
Univem recebe calouros com apresentação do “Terapeutas do Sorriso”
Design Gráfico
Revista Café Espacial lança nova edição no Univem

Artigos desta edição


UNIVEM - Centro Universitário Eurípides de Marília
O Jornal do UNIVEM - está aberto para sugestões e matérias. Os textos assinados podem ou não corresponder à opinião do jornal.
[ Edições anteriores ] - Contato via e-mail: fundacao@univem.edu.br